quinta-feira, 8 de fevereiro de 2007

A Poligamia

A Poligamia



Veja o que está escrito no apêndice do novo livro de mórmon edição de 1998:

“É licito o homem ter só uma esposa, a menos que o Senhor revele um mandamento em contrário (Livro de Mórmon - Jacó2: 27-30). Por revelação e sob a direção do profeta, que possuía as chaves do sacerdócio, o casamento plural foi praticado na época do Velho Testamento e nos primeiros tempos da Igreja restaurada (livro de Mórmon {apêndice} pág.35 – Ed.1998)”.

Smith teve 48 esposas (Justus) e os líderes da Igreja Mórmon, imitando o seu mestre, também tiveram várias esposas, demonstrado o lado doentio desta teologia. Até hoje os mórmons gaguejam para falar sobre esse assunto e deixa em aberto tal possibilidade como é mostrado no texto acima. É impressionante como são tão obtusos e sem fundamento em sua teologia. Em primeiro lugar, Deus nunca autorizou um casamento polígamo, Deus nunca elogiou ninguém que tenha praticado tais atos, mas apenas tolerou passivamente no V.T. até que a graça de Jesus Cristo e a sua perfeita vontade fossem reveladas. Hoje, o Novo Testamento, nos deixam elucidados quanto ao assunto e a perfeita vontade de Deus para o casamento. No Velho Testamento é nos mostrado como foi pago o salário dos homens que cometeram a poligamia; Abraão, por ter aceitado a sua concubina como esposa, gerou para Israel um inimigo que vive até hoje, que são os esmaelitas – atualmente os muçulmanos (Gn. 16). Jacó teve uma vida sofrida e de muitas rixas entre as suas esposas, penou muito e chegou a trabalhar de maneira escrava, os seus dias foram muito difíceis (Gn. 32-50). Sansão pagou com a própria vida por ter cometido a poligamia (Jz. 14-16). Davi foi duramente repreendido pelo profeta Natã por ter se envolvido com Bate-Seba e pagou o preço de perder quatro filhos e não ter podido construir o Templo para Deus (Leia o livro de Samuel, Reis e Crônicas). Salomão, um sábio homem de Deus, mas que por se envolver com a poligamia, chegou ao triste estado de cometer a idolatria (I Rs.11). Pelos casos acima, podemos observar que Deus nunca aprovou e nem abençoou a poligamia, pelo contrário, o fruto da poligamia resultou em tragédias para os servos de Deus. O próprio Senhor Jesus disse “Pela dureza de vossos corações Moisés vos permitiu repudiar vossas mulheres; mas não foi assim desde o princípio” (Mateus 19:8). Vejam que o texto diz “carta de divórcio”(Mateus 19:7) e não poligamia, logo em seguida é acrescentado o propósito de Deus; “mas não foi assim desde o princípio”. Ou seja, no princípio Deus criou uma só esposa para Adão e não muitas esposas. Se a poligamia pudesse ser justificada em alguma ocasião, nada mais justificável se Deus tivesse feito várias “Evas” para Adão, pois o mundo precisava ser povoado, mas o que vemos é uma única esposa para Adão e qualquer impossibilidade da poligamia ser usada como um propósito divino como querem os mórmons. Certo missionário mórmon declarou-me o seguinte: “Deus permitiu a poligamia, no começo da Igreja Mórmon, por causa da perseguição, pois as mulheres ficavam sem maridos que eram mortos em conflitos, havendo assim a necessidade de serem esposas dos homens que estavam vivos, independentemente de isso constituir poligamia ou não. O importante era deixar descendência.” Tal explicação chega a ser vulgar e de baixo calão. Era muito mais fácil o Espírito de Deus convencer e converter mais pessoas do que mandar desobedecer a Palavra de Deus. Inventam isso para justificar a maneira prostituta que viveu os fundadores dessa religião. Smith não foi um profeta e muito menos um homem de Deus, mas sim um, adultero, fornicário e imoral. A conduta da cúpula da Igreja Mórmon é injustificável ao parâmetro bíblico e os desqualificam como líderes de uma denominação instituída por Jesus Cristo. A Bíblia declara e mostra as qualidades de um verdadeiro líder cristão:

“É necessário, pois, que o bispo seja irrepreensível, marido de uma só mulher, temperante, sóbrio, ordeiro, hospitaleiro, apto para ensinar” (I Tm. 3:2)

“Alguém que seja irrepreensível, marido de uma só mulher” (Tit. 1:6)

“Mas, por causa da prostituição, tenha cada homem sua própria mulher (e não mulheres) e cada mulher seu próprio marido (e não maridos)” (I Cor. 7:2 – o parênteses é nosso para o maior esclarecimento)

De modo que, de acordo com a Bíblia, no que se refere a um verdadeiro sevo de Deus e líder cristão, Smith foi um homem que viveu muito longe de tal realidade. O texto de coríntios, o apóstolo Paulo, mostra e confirma com clareza a vontade de Deus. Ele diz; “cada homem tenha sua própria mulher” e não “suas mulheres” no plural, ou seja, o que passar de mais de uma esposa é considerado caso de prostituição.

18 comentários:

Samuel Zini disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Samuel Zini disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Samuel Zini disse...

Meu jovem....
quase tive um treco lendo essa sua postagem.

Honestamente, não tive estômago para ler o resto. li somente até a parte de "Davi fez poligamia com bate-seba". Na verdade o que ele fez foi adultério, não poligamia, qualquer baby na cristandade sabe disto. e sabe também que antes da dura punição ele teve 3 esposas.porque ele não teve a punição antes, por se casar com as três esposas?

Sansão também não teve mais de uma esposa, ele se casou com uma "filistéia", que ensinou ele a adorar outros ídolos e se desviar do SENHOR e de sua missão.

Muitas coisas não colam.

recomendo que faça um estudo mais aprofundado na palavra, seus argumentos não tem fundamento algum.

Mande-me um email se for Homem o bastante para ter uma discussão séria sobre o assunto.

Na verdade estou formando minha espiritualidade, estudo tudo o que tem a ver e rever conceitos. Entre eles os que fui criado.

Vamos ter altas conversas.

Um grande abraço.

CleirtonSb disse...

kkk ei samuel tu ta com toda razão^^

tu viu a esritura q ele usou??

"licito o homem ter só uma esposa, a menos que o Senhor revele um mandamento em contrário" (Livro de Mórmon - Jacó2: 27-30).

vcs são tão cegos q naum entendeu a esritura.

quanto ele fala "...a menos q deus revele um mandamento contrario"


jaco fala que deus pode mandar novamente o mandamento d
o casamento plural

KKK O ENGRAÇADO E Q VCS NAUM ACRETIDA NO LIVRO DE MORMON MAS USA ELE PARA CRITIAR OS "MORMONS"

AGORA DUVIDO QUALQUER UM ME DESAFIA NA INTERPRETA MINHA
DA ESRITURA^^


KKKKKKKKKKKKKKKK


EU AMO OS ANTI-MORMONS VCS FORTALECE MEU TESTEMUNHO^^

n disse...

Incrível, os mórmones não sabem sequer escrever português. "Naum" em vez de não? Meu Deus... E não é o primeiro, curiosamente, quase todos os testemunhos de mórmones que leio são de um português atroz. Enfim, acho que essa seita só consegue arrebanhar pessoas ignorantes, é a minha conclusão.
Nunca seria mórmon, pois acho que Joseph Smith era um aldrabão, corrupto, que só instituiu a poligamia como "vontade de Deus" depois de ter sido pego pela sua mulher. Foi esperto, afinal se era vontade de Deus, ela não podia protestar... De qualquer das formas, como dizia, nunca seria mórmon, mas se fosse e se quisesse ser coerente teria de ser polígama, afinal foi o fundador da religião que disse que só teria acesso ao Reino de Deus quem praticasse poligamia, certo? Já pensaram, o cúmulo da hipocrisia dessa seita: se Joseph Smith voltasse hoje, ele seria excomungado pela religião que fundou, por prática de poligamia.

CleirtonSb disse...

kkk rir muuuuuuuuito do seu comentario^^

Joseph Smith nunca traiu sua esposa,a final se fosse para trair ele nau ia ter tempo porq ele morreu om 38 anos,vivia apanhado,e presso injustamente por amoe ao evangelho,e porq ele sofreria a toa se o evagelho fosse falso?.


vc não teve nenhuma base para o seu comentario^^kkkkkkkkk

ei "n" se vc quicesse dabe como jesus cristo sofreu na cruz,vc ia pergunta a joão ou a judas??


então pergunte para quem sabe a verdadeira historia viu bebe^^

Cerveza Real disse...

Todos os que falam mal da uma religião debem ser o suficientemente honestos e por seu nome não por inicias e escrever isto e uma atitude de covarde.
Acredito que tua postagem deve ter muita relação com aqueles que recebem dinheiro de outas igrejas só para tentar acabar com a moral da nossa mais e simples. Nossa igreja não tem pastores, padres ou freiras, nossos bispos e dirigentes da igreja não recebem salários somo pessoas que doamos nosso tempo ao trabalho missionário do senhor, nossa igreja não aceita a poligamia e abominada a pratica da poligamia, acreditamos na família e lutamos pela conservação de ela.
O tal no N diz que nos os mórmons escrevemos muito mal tal veis sim isto e por que por que a maioria que te responde são como eu estrangeiros e falamos o português como uma segunda linguá e como eu a maioria fala varias linguás para assim levar o trabalho missionário a outros lugares do mundo. Lugares que precisam da ajuda missionária do senhor.
Ahi N o CleristonSB onde vocês foram a fazer uma missão para o senhor quanto tempo de suas vidas deram para ajudar a sua igreja e ao próximo? Duvido que tenham feito algo parecido.
Sabe que e o que vocês são uma cambada de bocudos que não conhecem nada e falam por que a sua ignorância e tal que não lhes permite aceitar o errados que estão.
Vão ler muito vão estudar a bíblia e depois me procuram para ter uma conversa sadia. E deixem de sujar o nome de Deus com suas blasfêmias.

MESTRANDOS CINTEP JOÃO PESSOA disse...

Esse texto afirma então que a Poligamia dos Profetas antigos era desaprovada por Deus.
Então, esses Profetas: Abraão, Jacó eram desobedirntes a Deus e cometeram um pecado tão grave que era ter relações sexuais com OUTRAS MULHERES. Como será que eles podiam continuar recebendo REVELAÇÕES de Deus?
Se Jacó (ISRAEL) tinha que ter os FILHOS para cumprir a profecia das 12 tribos de Israel, como poderia ter menos de 12 filhos?
A poligamia era sim um MANDAMENTO divino. E quando o Senhor desejar, Ele novamente REVELARÁ o casamento plural, assim como foi na época dos profetas antigos e também na época da restauração da Igreja de Cristo através do Profeta Joseph Smith.
Analisando bem, essa é uma característica específica da Igreja de Cristo. Existiu outra igreja que praticou poligamia? Vai ver que o Senhor revelou a poligamia nessa Igreja (mórmons) para mostrar ao mundo que sua Igreja está novamente na terra, pois esse princípio aconteceu somente na Igreja Original do Senhor, na época dos profetas antigos. E será que foi fácil pros membros da Igreja quando tiveram que viver essa lei?
Será que Joseph Smith não estaria sendo BURRO em determinar a poligamia numa Igreja Cristã quando ele estava querendo estabelecer uma Religião? Porque vocês acham que ele conseguiria estabelecer essa Igreja e mesmo com a polêmica da Poligamia essa é a Igreja que mais cresce no mundo?
Não adianta! Essa é a Igreja de Jesus Cristo RESTABELECIDA na terra. Ela vai em frente até encher toda a terra em cumprimento as profecias que o Evangelho será levado a toda a criatura. E todos que são essa Igreja Mórmon, sabem disso pelo poder od Espírito Santo, não pelos dógmas de homens.

fabricio disse...

A verdade é que o livro do mórmons é uma mentira...

fabricio disse...

Eu a todo aquele que ouve as palavras da profecia deste livro, testifico: se alguém lhes fizer qualquer acréscimo, deus lhe acrescentará os flagelos escritos neste livro.

Francisco Edivando disse...

A poligamia é uma deturpação da vontade de Deus para o homem. Ela reflete nada mais que o desejo animalesco do homem pelo sexo oposto. Negar tal desejo é negar o próprio ser. O homem tem que entender o que sente para, aceitar e não negar, para poder se abster de tal coisa.Tentar justificar tal ato com base nas escrituras façam me o favor. Qualquer charlatão pode se aproveitar de pessoas desinformadas para incutir em suas cabeças tais ideias. Se a poligamia é algo tão tremendo por não é mais praticada em vosso meio ó mórmons? Será que o vosso Deus não quer mais que vcs tenham uma descendência prospera e grandiosa?
Doutrinas criadas por homem perecem o que Deus determinar é eterno. Deus não é homem para voltar atras em suas palavras, nós seres mortais é que somos assim. O saber de Deus e seus ensinamentos perdurarão para sempre não são clausulas de um contrato que podem ser abolidas ou revogadas. Se a poligamia fosse vontade do Deus altíssimo, não haveria razão par se envergonharem dela. Vcs chamam a nós verdadeiros cristãos de ignorantes quanto o Evangelho, mas se pra vcs p Evangelho de Joseph Smith é o verdadeiro, em nome de Deus que eu permaneça ignorante por toda minha vida.

Fernanda disse...

Você teve alguns erros em seu texto, mas você foi perfeito quando escreveu que se a poligamia fosse o propósito de Deus, ele a teria instituído no jardim do éden, pois, foi nesse contexto onde a terra mais precisava ser povoada, e os inimigos de Israel, filhos da escrava tb foi ótimo...É isso contra fatos não há argumentos

Geony Melo disse...

Deus tenha piedade de vós. Irmão boa tarde

Geony Melo disse...

Deus tenha piedade de vós. Irmão boa tarde

Geony Melo disse...

Veja na Bíblia II Coríntios 12 As visão e revelações do Senhor.

Geony Melo disse...

Veja na Bíblia II Coríntios 12 As visão e revelações do Senhor.

Geony Melo disse...

Deus tenha piedade de vós. Irmão boa tarde

Monarquia Já disse...

Deus não é contra nada, nos é que somos contra as coisas, pq Deus é o todo, e não a idéia de um ou de outro de forma separada.
Não existem regras, a não ser que você queira segui-las!
Seguir implica em se responsabilizar pelo que der certo e pelo que der errado.
Resumi bem para que serve religião e como funciona a sociedade!